Elub

Estudantes do Livro de Urântia no Brasil
 
InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Diversidade Biologica e Antagonismo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Philalexbr



Mensagens : 9
Data de inscrição : 17/12/2008

MensagemAssunto: Diversidade Biologica e Antagonismo   Qua Dez 17, 2008 3:30 pm

Já postei esta questão no Forum de Urantia e, como ninguem pôde responder, tomo a liberdade de postar aqui, se me permitem:

De acordo com o Gênesis, Deus criou a luz, todas as coisas ali descritas, os mais diversificados seres viventes, inclusive o homem e.... "viu Deus que era bom".

Bem, isto me deixa muitas dúvidas do porquê da criação com esta astronômica diversidade biológica, além do extraordinário fato de os fazerem conviver de modo simultâneo e em grande parte totalmente antagônicos no mesmo orbe.
Não é difícil exemplificar isto, haja vista que nosso próprio organismo, por um lado obtém vantagens sobre determinados microorganismos e por outro lado trava uma batalha constante e feroz contra outros.
Também é fácil ver que, por exemplo, não toleramos viver num ambiente imundo e cheio de insetos repulsivos.

Gostaria de uma luz sobre isto, tendo em vista os ensinamentos do LU.

Paz meus irmãos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Philalexbr



Mensagens : 9
Data de inscrição : 17/12/2008

MensagemAssunto: Re: Diversidade Biologica e Antagonismo   Qui Jan 14, 2010 11:42 am

Talvez possamos refletir com estas colocações:


Excerto do texto:



http://www.scribd.com/doc/18733250/Jacob-Lorber-O-Grande-Evangelho-de-Joao07



DIREITOS DE TRADUÇÃO RESERVADOS

Copyright by

Yolanda Linau

Jakob Lorber – O GRANDE EVANGELHO DE JOÃO – 11 volumes

Traduzido por Yolanda Linau

Revisado por Paulo G. Juergensen

Edicão eletrônica

UNIÃO NEO-TEOSÓFICA

2002

www.neoteosofia.com.br



112. DIVERSIDADE DA CRIAÇÃO

1. Diz Raphael: “Será difícil discutirmos a respeito, porquanto te

achas mui atrasado e abarrotado da sapiência hindu. Seria preciso demonstrar-

te a organização interna do mundo e dos seres, no que são

precisos outros conhecimentos que não vosso estudo preparatório. Ainda

assim, dar-te-ei alguns tópicos, de modo que poderás tirar certas conclusões.

Abre o entendimento do teu coração!

2. Vê, és homem e teu corpo consiste de muitos órgãos, desconhecidos

para ti. Sem tal organização orgânica, a vida da alma seria inadmissível.

Todavia, não se acham os orgãos mais importantes numa ordem

perfeita. Vê as artérias, como cruzam teus braços desordenadamente!

Entretanto, reina nelas a ordem mais utilitária. Observa a posição de teus

cabelos! Estão espalhados em desalinho sobre a cabeça e o corpo todo;

todavia, Deus os conhece a todos e cada qual está no seu lugar! Em outras

criaturas seu crescimento é diverso, porém certo, porque o Senhor, em

Sua Sabedoria, aprouve dar a cada indivíduo forma e têmpera diversas, a

fim de que se conhecessem entre si, podendo amar-se.

3. Do mesmo modo, Deus dá até mesmo aos animais caseiros variedade de formas para facilitar o conhecimento do dono, enquanto os

animais selvagens se assemelham quase totalmente, por não haver necessidade

do homem individualizá-los. Entre aves caseiras e selvagens encontrarás

a mesma relação.

4. Suponhamos serem todas as zonas no orbe tão idênticas como

um olho ao outro, cada construção igual à vizinha, – e desejava saber

como irias descobrir tua pátria ao longe!

5. Analisa as árvores frutíferas de diversos proprietários e verás grande

variedade, embora da mesma espécie. Deus assim permite a fim de

que cada um conheça suas árvores como velhos amigos.

6. Darei mais um exemplo antes de passar ao ponto principal. Que

seria se todas as donzelas tivessem o mesmo rosto, tamanho, expressão e

vestimenta?! Acaso poderias diferenciar tuas filhas, da esposa, de tua mãe,

ou das irmãs?! Se teu pai tivesse tua fisionomia, e teu filho igualmente,

em suma, seria idêntico na Criação total?”

7. Exclama o mago: “Por favor, acaba com isto! O próprio pensamento

seria impossível com a completa ausência de diversidade! Começo

a perceber para onde me queres levar. Continua, pois cada palavra tua

vale mais que mil libras de ouro!”

113. O PORQUÊ DA DIVERSIDADE NA CRIAÇÃO

1. Diz Raphael: “Falaste bem, pois numa monotonia de criaturas,

terminaria todo o prazer pela vida e com ele, toda inspiração. O pensamento

externo parte da observação do homem, dirigindo seus sentidos

normais aos objetos variados e suas formas; pode compará-los, refletindo

e julgando acerca de suas relações úteis e assim lhes dando nomes apropriados,

pelos quais surgiram linguagem e posteriormente, as letras.

2. Caso todas as zonas, árvores, animais e criaturas fossem idênticos, –

qual seria a reação sobre os sentidos humanos? Nenhuma! Não necessitaria

o homem gravar a menor alteração e muito menos elaborar algum pensamento; a própria linguagem e escrita seriam precárias, se Deus tivesse criado

mundos e seres dentro de tua rigorosa compreensão da ordem.

3. Ele, sendo infinitamente mais Sábio do que possamos imaginar,

criou tudo numa ordem mais perfeita que o intelecto humano poderia

conceber. Deste modo é permanente Educador e Mestre dos homens

pela infinita variabilidade, facultando-lhes os meios de reconhecerem,

denominarem e refletirem sobre todas as variabilidades da Criação, podendo

e devendo empregá-las em benefício ou prejuízo próprio, fato

impossível caso tivesse aplicado tua ordem.

4. Porventura poderia teu amor despertar para com uma criatura

que se assemelhasse às outras, qual mosca à sua afim?! Não te seria possível

recordar a fisionomia de tua amada para dizer-lhe: És tu a minha

eleita! Tão logo se tivesse escondido entre as outras, não a poderias reconhecer;

fato semelhante sucederia com ela referente à tua pessoa.

5. Daí concluirás repousarem, na aparente desordem da Criação

Divina, provas muito mais verdadeiras e maiores da existência do máximo

amor e sabedoria de Deus Onipotente, do que na ordem tão procurada

por ti, porém sem êxito!

6. Chamei tua atenção para as artérias em teu corpo, de modo algum

espalhadas em simetria, assim como também o teu próximo as tem

visivelmente diferentes. Por que? Vê, não encontrarás duas criaturas completamente

parecidas! Se Deus, o Senhor, traça as formas externas totalmente

diversas, aplica também tal medida ao organismo interno e aos

talentos de cada alma. Pois se todas tivessem as mesmas aptidões, tornarse-

iam dispensáveis, e o amor ao próximo seria apenas expressão labial.

7. Viste, portanto, ser a aparente desordem a testemunha mais fiel

da Existência da Ordem mais elevada, sábia e amorosa de Deus, e podemos

voltar ao tema do lago.”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
advogando



Mensagens : 29
Data de inscrição : 04/09/2011

MensagemAssunto: Considerações...   Sex Set 16, 2011 8:31 pm

Caro e nobre amigo Philalexbr, as suas considerações e ponderações sobre a Grande Criação está equivocada e cheia de ruídos, seja de conteúdo, seja mesmo de semântica e, ou propriamente dito de ruído físico visivelmente à mostra.
Não um feed back, nem quaisquer diapazão ou gradiente de ida e vida de perguntas e de respostas consideravelmente firmes e convicentes.

Não vou dialogar com vc sobre Deus e sua proposta para o universo e de como tudo fora criado e como existem personalidades universais não criadas e que são seres absonitos, que não se pode compreender nem entender com a mente e com o intelecto oficiais que gerem e fundamentam todas as ciências devidamentes constituidas e oficiais nesse mundo; seres extremamente supra inteligentes gerem e monitoram tudo que ha no universo até os nossos pensamentos sentimentos e emoções sem adentrárm nem intervírem no nosso livre arbítrio e o fazem com resolução interdimensionais e holográficas como não conhcemos ainda. Existem os poderes de distribuição e de associação e de composição em todo universo, mas para se entender isso seria necessário adentrar nas entranhas subatômicas e, sendo lá, mas precisamente nas eletrosferas dos átomos, porque mais externo e mais visível, mas bem mais para dentro não seria muito diferente, e exergar num só életron cem sistemas solares com tantos astros habitados quantos existem num sistema de cem sistemas solares do universo externo; as medidas são análogas e as medidas do raio de um determinado átomo podem ser análogas as medidas de um raio de uma galáxia, claro levando-se em considerações os sistemas e sistemas de sistemas neles contidos e devidamente interagentes; em tudo ha vida inclusive supra inteligente e tudo é uma proposta sabia de um arquiteto infinito e que não deve ser questionado pela mente vulgar e inferior, no entanto existem os questionamentos, inclusive de modos a se perguntar: O que somos, de onde viemos e para onde vamos?

Se vc tem na sua mente a imágem devidamente formado de um átomo, olhe para dentro dele e imagine que existe uma partícula que é das dimensões de 1/100 avos do életron e que cada életro compõe-se de cem dessas partículas, inclusive todas elas em perfeitas interaçõeas umas com as outras e, do mesmo modo todas as outras partículas e subpartículas dos interiores dos átomos são configuradas e conformadas por estes últimatons que são os sistemas geradores de todos os outros sistemas em plena interação dentro dos submundos subatômicos e que tudo isso (átomo) é verdadeiramente uma galáxia que se adentra para um universo interior e que as entranhas dos arquitetos dos que construíram esse nosso universo são formadas por uma malha material não atômica nem subatômica, mas ultimatômica, no entanto mediante um poder de extrapolação da informação para as bases externas dos átomos findáram criando esse nosso sistema material geral que culminou na criação do proprio universo e que isso tudo se exterioriza de modos que, da mesma maneira, também habitamos entranhas subatômicas assim como existe no interior dos átomos e que todo esse universo que vc olha e contempla numa noite toda estrelada não passa de entranhas de um mundo subatômico externo e que nós habitamos suas entranhas; tudo isso existe para que uma manifestação maior de sabedoria e de inteligência superior se sinta devidamente realizada no plano da própria obra; para compreender e entender a Deus Nosso Pai de Eterna Bondade, se não tiver essa visão devidamente conformada na mente superior e no intelecto superior é impossível de se chegar a quaisquer questionamentos e melhor seria buscar Esse mesmo Deus nos corações dos nosso irmãos terrenos e em toda obra universal, pois Ele está dentro do coração de cada ser, se não manifestamente em Seres capazes de amar e de se doar uns aos outros ao bem da grande causa, mas de forma imanifesta a espera de um reconhecimento interior de cada um mediante muitos questionamentos puros e eficazes no sentido de que cada um se reconheça como obra do plano de Deus com uma devida finalidade no universo.

Muita paz, luz e vida em todo nosso Ser.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
advogando



Mensagens : 29
Data de inscrição : 04/09/2011

MensagemAssunto: Cont...   Qui Set 29, 2011 3:04 pm

Ja com relação ás séries quase sem fim de bactérias e microorganismos que convivem antagonicamente junto ao homem essa é uma questão de elaboração de seres cada vez mais fortes e perfeitos, pela própria natureza e isso indica o nível e grau de certeza de que uma criatura está apta a se capacitar para o adiante na caminhada cósmica; certo e bem sabido, de que houve em nosso antepassado batalhas e guerras nos céus e nesses momentos houve elaborações de planos que envolveu a alta biologia cósmica rebelada com misturas de cepas não autorizadas pela Comunidade Cósmica do Universo nesse nosso Sistema de Satânia, inaugurando aquí na Terra o que se chama de período mitológico e isso veio provocar algumas instabilidades no sistema génetico dos habitates da Terra e ainda hoje é muto grave e responsável por mais de 90% das doenças existentes até os dias de hoje nos seres humanos, bem como toda uma diversidade de bactértias e de vírus até então existente; caso não tivesse havido essa rebelião então com certeza esse mundo não estaria tão doente nem haveria tantos agentes patogênicos a infectar o homem, no que pese esse mesmo homem ter investido ferozmente contra os habitats dos germes e insetos florestais a situação seria uma outra muito bem cômoda e mais controlada.

Continua depois...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Diversidade Biologica e Antagonismo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Diversidade Biologica e Antagonismo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Comitê de Diversidade Religiosa. União de religiões para receber a NOM?
» Diversidade dos Carismas
» TEMA: Respeito a diversidade étnica.
» CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE
» Automóveis: a força de atrito na roda sem tração

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Elub :: Discussão Geral Português :: Filosofia no LU-
Ir para: